Quais ERROS não cometer na Gestão de um Consultório Odontológico!

Neste artigo separamos alguns dos erros capitais para um consultório odontológico. Erros que todo e qualquer dentista tem que evitar para não ser atropelado pela concorrência.

Com tanta concorrência neste setor no Brasil, gerir um consultório odontológico é um desafio até mesmo para os mais experientes dos dentistas. Imagine para quem está começando agora? 

Neste artigo separamos alguns dos erros capitais para um consultório odontológico. Erros que todo e qualquer dentista tem que evitar para não ser atropelado pela concorrência.

Veja quais são nos próximos tópicos. 

  • Não caprichar para garantir primeira impressão positiva

Já dizia a velha máxima, a primeira impressão é a que fica. Mas apesar desse ditado ser tão antigo quanto andar para trás, muito dentista é negligente nesta parte do atendimento. 

A recepção, o visual, o ambiente do consultório precisa ser agradável. Não adianta pensar que o que importa é apenas o serviço. O ambiente agradável cumpre a função de reduzir resistência, gerar aproximação e causar efeito positivo no paciente.

Mas a primeira impressão é feita mais do que com o visual. O atendimento é crucial para a experiência do cliente. Neste sentido, a equipe do consultório cumpre papel primordial. 

Uma dica para avaliar o atendimento é criar um formulário para seus pacientes preencherem com informações valiosas desde o início do atendimento, como o agendamento de consulta.

A experiência renderá informações valiosas sobre a qualidade do atendimento e as impressões que passa nos clientes de primeira viagem. 

  • Contratar pessoas inadequadas para o perfil do consultório odontológico 

Outro erro clássico em consultório odontológico. Claro que a intenção sempre é contratar os melhores colaboradores possíveis para integrar a equipe do consultório. Mas a falta de experiência na seleção e a necessidade extremada para dar conta da demanda acabam interferindo na escolha de um bom profissional. 

Por mais custoso que seja, evite contratações motivadas essencialmente pelo desespero. Ela pode ajudar a apagar o incêndio imediatamente, mas a longo prazo se demonstrará extremamente prejudicial.

Funcionários sem o perfil adequado logo se desmotivam e interferem na qualidade do atendimento do seu consultório odontológico. Demore o tempo que for necessário para a seleção de candidatos.

Dedique tempo para avaliar e entender a formação profissional de cada candidato, sua motivação e porque ele seria uma boa opção. Revise currículos, agende entrevistas e interaja com sua equipe para saber sobre o desempenho do novo contratado. 

É um processo demorado, mas contratação e treinamento são onerosos. Pense nisso. Contratar um funcionário sem o perfil da empresa demandará novo gasto para contratar e treinar outra pessoa. Por isso, o grau de acerto precisa ser elevado para evitar despesas extras. 

  • Ser negligente quanto ao treinamento

Outro erro comum em consultório odontológico envolvendo a equipe de funcionários é quanto ao treinamento. Ou se peca pela falta de treinamento, ou por treinar apenas uma vez e nunca mais sequer tocar no assunto.

É um erro, porque por melhor que seja a equipe e os processos, sempre tem algo a se melhorar e as necessidades mudam. O mundo não para. Novas demandas surgem, novas tecnologias se desenvolvem e a equipe deve ser preparada para evitar a obsolescência e a desmotivação.

Uma maneira de marcar presença e demonstrar que a qualidade dos processos é uma questão importante é promover periodicamente treinamentos.

  • Esquecer que trata pessoas e não apenas de dentes

Pode parecer óbvio, mas há dentistas que não enxergam isso. O que você trata em última instância são pessoas. É um engano focar o atendimento somente no serviço odontológico. Também se deve focar na experiência do cliente. Ele tem que se sentir bem, acolhido e confortável. 

O dentista no consultório odontológico precisa encantar o seu paciente.  Adotar um tom amigável, trabalhar o local para ser o mais atrativo possível. 

Por exemplo, um ambiente bem iluminado, conversa amistosa, humorada, etc. O cliente precisa se sentir confortável e seguro.

Há dentistas que acham isso demais, uma baboseira, que o serviço deles falam por si e basta. Mas evite ir por esse caminho. O seu trabalho demanda se relacionar com pessoas. Saber se relacionar é um diferencial competitivo. Partindo do princípio que todo dentista investirá para ter os melhores equipamentos possíveis, outros aspectos serão considerados para avaliação. É inevitável que o olhar se dirija ao atendimento.

  • Não investir na atualização dos equipamentos

Há dentistas que duvidam, mas os pacientes são atentos quanto à tecnologia dos equipamentos. Sabem porque sentem seus efeitos e por contarem com diversos exemplos de comparação. 

Além de ser alvo de análise negativa dos pacientes, deixar de investir na modernização dos equipamentos é dar abertura para a concorrência. Abertura para desenvolver um trabalho mais eficaz e ágil. 

Afinal, são esses os efeitos positivos de se investir em tecnologia de ponta. A sofisticação dos aparelhos sempre elevam a assertividade dos procedimentos.

Por esses motivos é importante jamais abdicar da melhoria do material de trabalho.

Renove seus equipamentos na Wak’s

A Wak’s é uma das maiores importadoras e distribuidoras de aparelhos odontológicos do Brasil. Todos os seus produtos são certificados pela ANVISA e testados pelo INMETRO.

Confira o catálogo.

Gostou deste conteúdo sobre os erros a não se cometer em consultório odontológico?  Então compartilhe com colegas para auxiliá-los.  O seu apoio é muito importante para o nosso trabalho. 

Faça um comentário!

Sobre a Wak's

Fundada em 2014, atuamos no mercado odontológico importando e distribuindo produtos de alta qualidade devidamente certificados para todo o Brasil.

Últimos Artigos

Redes Sociais

WAK's

Nos siga no Instagram

Assine nossa Newsletter!

Fique em dia com as principais dicas e notícias das estradas do Brasil!